sábado, 23 de janeiro de 2010

Definição de "castigo divino"

…E quando finjo que esqueço
Eu não esqueci nada

E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais

E é por isso que atravesso o teu futuro

E faço das lembranças um lugar seguro


Não é que eu queira reviver nenhum passado

Nem revirar um sentimento revirado

Mas toda vez que eu procuro uma saída

Acabo entrando sem querer na tua vida…

2 disseram à tia:

MMM. disse...
23 janeiro, 2010 23:09  

A tia voltou?!? =D yupii e eu já a pensar que tinha abandonado os seus sobrinhos de vez! ;)

Tio do Algarve disse...
25 janeiro, 2010 10:41  

Estas intrerrupções, pregam cada susto aos sobrinhos (e aos Tios)...

Não a sabia tão prendada para a poesia!!!

Enviar um comentário