quarta-feira, 8 de agosto de 2007

Sair à noite...

... estou deprimida! Apesar de ser das mais novas cá no lar, tenho notado que quando saio à noite há muita malta que se esconde porque me confude com a sua mãe. E isto faz-me uma certa "espécie"... Com 15 anos alguma vez me passava pela cabeça sair para os copos? Eu ainda sou do tempo em que para me embebedar devorava com os primos uma caixa de Mon Cherry... e só no Natal porque era festa... agora esta miudagem, com mania que são os reis e rainhas da noite, precisa de 15 imperiais e 13 shot´s para ficarem quentinhos...

11 disseram à tia:

vermelhinha disse...
08 agosto, 2007 21:27  

Olhe tia, eu tenho de concordar consigo.
Com 14 anos andava a brincar na rua às escondidas, à apanhada, ao "alho" e sei lá mais o quê, que a minha mãe ficava danada por eu andar sempre suja de terra.

Agora os miudos acham giro é ficar "bué" bebados e charrados e se lhes dizemos alguma coisa ainda somos presos por não serem nossos filhos.

monge_galileu disse...
08 agosto, 2007 21:28  

TItia!! tou de volta ao blog mais animado da blogosfera e aos comentarios nos seus post fantasticos....

pode crer os jovens de hoje tão perdidos!!!! que irá ser o futuro com gente desta?

LOL

bjocas

Daniela Mann disse...
08 agosto, 2007 23:20  

É tudo sede!!! LOL

carmila disse...
09 agosto, 2007 10:36  

concordo com a daniela é tudo sede!
passam o dia na praia ... desidratam... e á noite toca a hidratar para aguentar o sol do proximo dia ...
beijos

anjoedemonio disse...
09 agosto, 2007 21:14  

ó tia e os(as) mais velhos(as) não fazem o mesmo?
acham que só sobressaem se ficarem no mesmo estado?

é verão... até os bichinhos gostam!

Nomyia disse...
09 agosto, 2007 22:32  

Eu sou novinha e...sinto-me velha! Então e os putos de 16 anos originários da linha (aquele corte de cabelo diz tudo) atirarem-se a miudas bem mais velhas???
*****

João Barciela disse...
10 agosto, 2007 09:46  

É a realidade! loOloL

Margarida V disse...
13 agosto, 2007 19:44  

tiaa, tem ido ao teatro? e ao marginal?

Mim disse...
14 agosto, 2007 15:30  

Eu sou do tempo em que se dizia que a "juventude estava perdida", em que se dizia que os jovens não respeitavam ninguém.
E hoje em dia sinto-me como os adultos do meu tempo, olho para as crianças de 11 anos e muito honestamente não lhes adivinho um futuro brilhante.
Não sei não, mas a "juventude" do meu tempo anda assim tão distante e distraída? será que não olham para e pelos filhos?
;)

Di disse...
21 agosto, 2007 15:31  

'-.- já nos textos antigos da raça humana os mais velhos proferem as mesmas palavras: "a juventude está perdida, enlouqueceu!" xD

É curiso =| Estranho como o mundo ainda não acabou -.-

NETMITO disse...
27 agosto, 2007 07:40  

Velhos são os trapos...e esses são porque não podem falar...risos...

GOSTEI DE SABER QUE SABIA QUE EXISTIA
QUANDO ME SOUBESTE AMAR
E FUI EXISTINDO...

GOSTEI DOS BEIJOS QUE ME FORAM CALANDO
DE OS SABER CRAVADOS AO PEITO
GOSTEI DE SE OS SENTIR A BEIJAR
DE OS SENTIR A AMAR
E FUI AMANDO

GOSTEI QUANDO DO TEU LADO PERMANECI
ATÉ ME ESQUECER DE SER
GOSTEI DE CADA VEZ QUE ME DIZIAS AMO TE
GOSTEI TANTO QUE MAIS TE AMEI
AH, NEM EU SEI

GOSTEI DESTA LOUCURA AO CORPO
EM QUE ME PERDI AO TEU AMOR
AH, PUDESSE SER UMA FLOR
PARA TE AMAR PÉTALA A PÉTALA

AH, MEU AMOR NÃO EXISTE MAIOR DOR
QUE O TEU AMOR QUANDO DESPERTA
O QUE SINTO É CLAMOR
QUE O TEU AMOR LIBERTA

Bjs*

Enviar um comentário