sexta-feira, 23 de maio de 2008

Detesto...

Sobrinha pede, tia faz... Este é o desafio da menina Sofia que me "obriga" a confessar seis ódios de estimação. Tenho vários! O problema de ter um feitio de merda associado à idade de não fazer fretes é a escolha de apenas 6 de um vasto leque de ódiozitos... mas vamos a isso: ODEIO:
1) Estar convencida que tenho lugar para estacionar, mas afnal é um cabrãozinho do smart que lá está parado...
2) A sensação de pobreza quando, todas as 6ªs feiras, vejo que "desterrei" 10 óros para não acertar em nenhuma estrela ou número... há que pensar que quem aguentou pobre até agora pode aguentar mais uma semana... mas só mais uma!
3) Táxistas. Acho que está tudo explicado... há-de haver algum simpático e honesto e educado... mas ainda não tive o prazer de o conhecer.

4) TMN e TVcabo ... chupistas e chatos.

5) Levar com a campainha tocada pelos meninos da publicidade às 8.30 da manhã no meu dia de folga. Não percebo a dificuldade da interpretação da frase "publicidade aqui não"

6) todos aqueles que me conseguem infligir dores profundas na minha alma ao conjugarem os verbos no pertérito perfeito do indicativo na 2ª pessoa do singular acabados em "s"... do género: fostes? fizestes? levastes?. Normalmente os que conseguem esta proeza, utilizam também, com um perfeito à-vontade, o "há-des" e o "ha-dem" (versão 3ª pessoa do plural), que é também qualquer coisa que consegue ulcerar o meu lindo estômago!

Sirvam-se da batata quente... bom fim de semana. Não façam nada que eu já não tenha feito

3 disseram à tia:

Sofia disse...
23 maio, 2008 21:23  

AHAHAHAHAHAHA!
Que excelente desafiada me saiu!

Partilho quase todos os seus ódios de estimação. O do euromilhões é que não porque não jogo!

Beijinhos e bom fim-de-semana!

eremita disse...
24 maio, 2008 03:39  

eu fiquei deliciado com o ponto nº1 :D

Pedro Espírito Santo disse...
25 maio, 2008 15:52  

Olha é assim. Lá por te achares uma tia toda culta, tens de veres que as pessoas também têm direito a errar.


(gostou do "veres" ? Delicia-me falar assim)

Enviar um comentário