sexta-feira, 5 de maio de 2006

Ode triunfal

Com base na Lei de Darwin, passemos a analisar o seguinte cenário:
Uma manada de búfalos só pode correr tão rápido como o búfalo mais lento e quando a manada é caçada, são os búfalos mais lentos e fracos, os que estão no fim da manada, os que morrem primeiro.
Esta é uma selecção natural, boa para a manada como um todo, dado que a velocidade geral e a saúde do grupo melhora com a morte regular dos seus membros mais fracos.
Do mesmo modo, o cérebro humano pode funcionar tão rapidamente como o seu neurónio mais lento. O consumo excessivo de álcool, como todos sabemos, destrói os neurónios, mas naturalmente ataca primeiro os neurónios mais lentos e fracos. Neste sentido, o consumo regular de cerveja elimina os neurónios mais fracos, tornando o cérebro uma máquina mais rápida e eficiente. O resultado deste profundo estudo neurológico verifica e confirma a relação causal entre as borgas de fim de semana e o rendimento dos economistas, consultores, matemáticos, engenheiros, advogados, pilotos, etc.
De igual modo, explica porque, poucos anos depois de acabado o curso e contraído matrimónio, a maioria dos profissionais não conseguem manter os níveis de rendimento dos recém saídos das universidades.
Só os poucos que mantêm o estrito regime de voraz consumo alcoólico conseguem manter os níveis intelectuais que alcançaram durante os anos em que eram estudantes universitários. Por todos estes motivos, isto é uma chamada às armas!!!

Enquanto o país está a perder o seu potencial intelectual nós não podemos ficar em casa sem fazer nada!! Vamos para as tascas!!! Ocupemos os bares!!! Vamos beber litros e litros! O teu governo, a tua empresa e o teu país necessitam que estejas no teu melhor, sem limites para o teu potencial criativo e intelectual.
Corta as tuas amarras e dá o litro!!!
TU TENS UM DEVER!!!! CUMPRE-O!!!!!!!

PS: Isto é mesmo verdade, embora existam excepções onde todos os neurónios são lentos e nenhum se aproveita.
Obrigada Cunhas ;)

15 disseram à tia:

Licínia Quitério disse...
05 maio, 2006 10:07  

Foi um prazer conhecê-la. Pena ter sido só hoje, mas antes tarde que nunca.
Com que então lições de catequese... Aqui estou eu para as receber. Se gostar de chatices mais ou menos poéticas, apareça cá pelo meu Sítio.
Um abraço com bastante naftalina da
Licínia

sofyatzi disse...
05 maio, 2006 10:21  

É pena eu não gostar de cerveja...Será que resulta com coca cola???

DS Gaia disse...
05 maio, 2006 10:53  

Grande dissertação...Vou pensar sobre o assunto...

Aragana disse...
05 maio, 2006 11:26  

Epá.. está miuto bem visto... é que está MESMO MUITO BEM VISTO minha cara Tia!

Eu vou já começar a tratar disso à hora de almoço!
Bom fim de semana!

Papá Urso disse...
05 maio, 2006 12:16  

bem Titia, vou seguir o teu conselho este fds! :))

Beijinhos

GM disse...
05 maio, 2006 13:31  

Eu ando em reciclagem todos os fds.. :P

Gugas disse...
05 maio, 2006 13:47  

pedido sério de um sobrinho admirador discreto:

querida tia por favor nos seus posts evite a referência aos portugueses - os portugueses isto, os portugueses aquilo e tal - isso seria mau sinal ;)

ass: o
autor da importante descoberta sobre a estupidez, provincianismo, saloismo,
parvoeira e outras coisas menos simpáticas dos portugueses

Fontez disse...
05 maio, 2006 14:00  

É só uma teoria.
Já foram feitas investigações que dizem que beber cerveja de vez em quando faz bem e que beber um copo de vinho às refeições tb faz bem. O facto de o alcool matar os neuronios mais fracos ficando os mais fortes não vai querer dizer que ficaremos mais inteligentes, apenas as sinapses vão-se ocorrer com menos frequência! É claro que para aqueles que estimulam os neuronios todos os dias, poderá ser algo bom de aproveitamento eficiente dos neuronios...!
inte

alfazema disse...
05 maio, 2006 14:21  

É por estas e por outras que a idade da reforma não vai parar tão cedo. É só a subir , Titi. E a prova está na boa da Cremilde. Tem os neurónios aos saltos e ainda por cima apresenta-nos o sobrinho. Ai tia, nem sei se posso passar aqui com frequência. Eu sou uma teen-ager ao pé de ti mas com menos pedalada.
Vai mais uma caneca?
Um terno abraço

hole in my vein disse...
05 maio, 2006 14:39  

Finalmente vim ver o que a Tia diz... e diz bem... Depois disto, eu sou um génio brutal e neurónios fracos não os tenho! Claro que na minha arte isso é uma consequencia natural!!!!! Gostei :)

Casemiro dos Plásticos disse...
05 maio, 2006 15:11  

a tia cremilde sempre em grande!
bom fim de semana tia!
beijo

Inha disse...
05 maio, 2006 15:11  

Ora pois! Por isso é que eu aos fins de semana não perdoo os long drinks!

Excelente posta, Tia!!!

Carlos Barros disse...
05 maio, 2006 16:47  

eu Carlos Barros e a Corpos Editora, Temos muito prazer de vos convidar para a Apresentação do Livro "Vazio de Cores" da minha autoria, no proximo dia 13 Maio, Sabado, em Vila Nova de Gaia no Sound Caffé (Praia da Madalena)

canela_e_jasmim disse...
05 maio, 2006 17:42  

Vamos lá à tasca, tia!Isto tem de ser levado muito a sério.Há que manter o Q.I. superior!
Beijos grandes

SA disse...
05 maio, 2006 17:44  

E onde fica o fígado no meio de tudo isso? Só o cérebro é que importa???

Enviar um comentário